domingo, 2 de junho de 2013

Peritos e empresários


Não tenho nenhuma confiança nas decisões dos políticos ou dos especialistas em planeamento quando procuram identificar o que os empresários devem fazer ou quais devem ser as prioridades sectoriais. As economias mudam e muito depressa, não ficam à espera do tempo de reflexão dos peritos e menos ainda ficam presas à satisfação dos interesses que se formaram em fases anteriores da evolução da economia. As apostas estratégicas são feitas por quem tem talento empresarial e o que conta é que os centros de racionalidade empresarial possam ter uma localização nacional, possam definir as condições em que se faz a aplicação de capitais.

Jose Manuel de Mello